LAUDOS DE AVALIAÇÃO
      Nem sempre há um consenso na avaliação imobiliária, por isso trabalho de valoração de imóveis se utiliza de técnicas estatísticas normatizadas para obtenção de seus resultados.
    Existem diversos métodos respaldados por normativa para a valoração de um imóvel, o mais comum é o método estatístico denominado método comparativo direto de dados de mercado, este é o método exigido por muitas instituições financeiras e preferida pela maioria dos magistrados em questões judiciais.
      O Método comparativo direto de dados de mercado é o método onde, o Engenheiro Avaliador adota metodologias normatizadas para criar modelos matemáticos capazes de explicar o comportamento imobiliário, e através destes estimar o valor de um imóvel inserindo suas características.
       Definição de bens imóveis:
       O Código Civil Brasileiro define bens imóveis como sendo:
Art. 79. São bens imóveis o solo e tudo quanto se lhe incorporar natural ou artificialmente.
Art. 80. Consideram-se imóveis para os efeitos legais:
I - os direitos reais sobre imóveis e as ações que os asseguram;
II - o direito à sucessão aberta.
Art. 81. Não perdem o caráter de imóveis:
I - as edificações que, separadas do solo, mas conservando a sua unidade, forem removidas para outro local;
II - os materiais provisoriamente separados de um prédio, para nele se reempregarem.
      São as seguintes as normas brasileiras da ABNT que estabelecem os procedimentos para avaliações dos bens imóveis:
NBR 14653-1 - Avaliação de bens - Parte 1: Procedimentos gerais;
NBR 14653-2 - Avaliação de bens - Parte 2: Imóveis urbanos e
NBR 14653-3 - Avaliação de bens - Parte 3: Imóveis rurais